Ed. Física Alfabetizando na Ed. Infantil

PROJETO-ALFABETIZANDO NO MUNDO ANIMAL
PROFESSORA: ANA ROSA PALERMO FARINA

JUSTIFICATIVA: Refletindo sobre o comportamento apresentado pelo educando com Síndrome de Asperger, resolvi observar suas atitudes dentro e fora da sala de aula. Como a educação tem como grande desafio dentro do contexto da atualidade promover a aprendizagem de todos os alunos e lhe assegurar uma trajetória de sucesso. Desta forma nós que somos participantes deste caminho, oferecemos um acompanhamento pedagógico para os alunos que necessitam de atividades para construir aprendizagens significativas.
Além de ser um assunto que desperta interesse e curiosidade dos alunos, o mesmo, será trabalhado através de estratégias lúdicas e prazerosas, fazendo com que os alunos sejam os protagonistas da construção deste projeto.
Através dos animais, procurarei também colaborar para desenvolver um ambiente agradável e de bons relacionamentos, contribuindo a ampliação das relações afetivas dos alunos, fazendo com que estes se tornem pessoas melhores: mais solidárias e que respeitem o próximo e suas individualidades.

OBJETIVOS:
• Conscientizar toda equipe técnica da escola, os colegas, seus pais, a importância dos animais para sua aprendizagem;
• Correlacionar todo o estudo com o desenvolvimento do processo de alfabetização;
• Incutir ao aluno a importância de alguns animais em nosso meio;
• Respeitar, valorizar e proteger os animais em geral;
• Reconhecer que os animais são seres vivos;
• Promover o crescimento cognitivo do aluno;
• Melhorar o índice de aprendizagem do educando;
• Proporcionar atividades diferenciada e motivadora;
• Reconhecer o crescimento e progresso do aluno e incentivar a superação de desafios;
• Diferenciar vertebrados e invertebrados;
• Avaliar através de sondagem os conteúdos transmitindo pela professora e assim formular intervenções necessárias;
• Fornecer atividades individuais para suprir as necessidades do educando.
• Desenvolver atividades dinâmicas e construtivas;
• Ler e ouvir com atenção as histórias que tratam sobre os animais;
• Enriquecer o vocabulário através dos contos trabalhados em aula;
• Internalizar valores, como por exemplo, a solidariedade;
• Despertar o interesse pela leitura;
• Proporcionar um ambiente de livre imaginação e criatividade;
• Desenvolver percepção, (tato.);
• Iniciar a construção do conceito lógico – matemática, baixo, alto, maior, menor, igual, diferente;
• Caracterizar diferentes animais quanto seu habitat, quanto a sua alimentação quanto as suas características especificas.

CONTEÚDOS:
Os conteúdos trabalhados deverão envolver tanto as áreas do conhecimento (linguagem oral e escrita e conceitos matemáticos, ciências, historias, arte), como as do desenvolvimento sócio afetivo-emocional e motor.

ESTRATEGIAS:
• Elaboração do alfabeto dos animais;
• Participação de atividades que envolveram historia, musicas brincadeiras e danças;
• Participação em atividades que envolvia processo de confecções de animais, usando massinha e legumes;
• Passeios para reconhecimento de alguns animais domésticos.
• Compreensão de que os animais nascem, crescem, reproduzem e morrem.
• Musica e poesias;
• Dobraduras;
• Atividades lúdicas imitando os animais; andar como a girafa, pular como o macaco, arrastar como a cobra, pular como um sapo, etc;
• Mímicas de animais adivinham quem é…;
• Vídeo dos sons dos animais;
• Brincadeiras no pátio da escola encontrar os animais que começa com a letra G,colocar vários animais no lençol e pedir para os alunos balançar para cima o lençol quando cair no chão só pegar os animais que tem pelo, pena, os maiores os menores, etc;
• Desenhar um caracol no pátio e pedir para que eles andar de motoquinha em cima do caracol;
• Fazer um circulo com corda e colocar o jacaré dentro do circulo e pedir para as crianças andar em cima da corda sem cair, se não o jacaré pode pegar;
• Ligue cada animal a sua comida; cada filhote com sua mamãe; cada animal a sua casinha;
• Adivinhações; Quem tem 4 patas; Quem anda com sua casinha na costa etc.
• Bingo cada educando fala o nome de um animal e a professora vai fazendo as cartelas;
• Pescaria colocar os peixinhos dentro da água cada um com as letrinhas do nome dos educando para eles pescar;
• Ao tocar a música A galinha do vizinho ir pulando dentro dos bambolê, onde estão os números de 1 a 10, a onde o aluno tem que acompanhar a música;
• Bingo dos numerais cada aluno pega um animal da caixa e a professora escreve o nome delo no quadro e conta as letras e faz as cartelas para os alunos;
• Confecções de borboletas com a garrafas peti e pedir para que o educando constrói a sua historinha com o seu trabalho.
• Confeccionar um cavalo, trabalhar a palavra cavalo, quantas letras têm, começa com qual letra termina com qual letra, quantas patas ele tem, o que ele come, ele tem pelo, será que o pelo e macio, vamos observar um cavalo, andar imitando o cavalo de vagas, mas rápido;
• Brincadeira acertar a bola no animal que esta em cima da arvore, e vise versa depois em baixo da arvore;
• Colocar os animais amarela debaixo do pé da e laranja;
• Vídeo dos animais que andam de dia e os da noite;
• Colocar os animais pequenos dentro do quadrado e os maiores dentro do triangulo;
• Colagem dos animais utilizando papel amassado, pintura;
• Parlenda de animais;
• Adição e subtração usando os animais;
• Associar escrita de nomes, letras e textos;
• Confecções de mascara de animais;
• Coletar dados por meio de pesquisas e observações; usar diferentes fontes de informação e relacioná-las; selecionar alguns tipos de animais para pesquisa;
Classificar animais; desenvolver atividades lúdicas; desenvolver atividades matemáticas; montar jogos, tabelas e gráficos;
Elaborar cartazes, álbuns e painéis; estabelecer ordem crescente e decrescente; comparar pesos e medidas; formular questões pertinentes que apontem para a caracterização de determinado animal; associar escrita de nomes, letras e textos; contar histórias para o grupo mostrando gravuras de determinados animais; visitar ao sítio e fazendinhas dos bichos.

METODOLOGIA:
Antes de iniciar os trabalhos com esse educando, fiquei a observar o que lhe chamava mais a sua atenção, e foi ai que percebi que os animais o atraia muito, pois o mesmo ficava horas e horas observando as formigas, grilos e as borboletas, parecia fazer parte desse mundo animal. O educando era bastante fechado, se negava a brincar a conversar e a fazer a refeição na escola. Não me olhava, mesmo mediante insistência, ficava o tempo todo de cabeça baixa, quando questionado ele só respondia não. Foi ai que resolvi fazer um trabalho envolvendo os animais. Antes de começar o trabalho conversei com a pedagoga da minha escola, que a partir daquele momento iria construir um alfabeto dos animais, ela gostou da idéia e foi a partir daí que comecei a seguir o plano de trabalho sempre preparando os conteúdos, de uma forma que aparecesse um animal.
Comecei acompanhar ele na hora do lanche, pois o mesmo não comia para ir atrás das formigas, então pus em pratica aquele primeiro momento. Logo depois do sinal voltamos para sala então coloquei em pratica aquele primeiro encontro dentro da sala. Usei a palavra formiga, desenhei uma formiga no quadro então trabalhei a primeira letra, quantas patas ela tem quantas letras, saímos para procurar as formiga pegamos algumas na mão, falamos da moradia dela como que elas vivem em grupo trabalha unidas, ate usamos uma folha para dramatizar o trabalho delas fomos passando a folha ate chegar no ultimo. E a partir daí a turma passou a se interessar também pelos animais, demonstrando maior interesse, participação nas realizações das atividades.
Fomos passear em chácara e levamos milho para as galinhas, lá foi questionado quantas galinhas como chamava a casa delas, corremos atrás de uma galinha. A sala já tinha uma rotina, mas dentro dessa rotina deixei uns minutinhos para ele brincar com vários animais.Usamos os animais nas brincadeiras lúdicas para formular problemas de adição e subtração.
No momento da historia eu sempre contava um historinha envolvendo aqueles animais da sala, outras vezes eu pedia pra eles dramatizar o papel dos animais do historinha e todos participava.
Tanto a oralidade quanto a estimulação linguística foram trabalhadas diariamente de forma individual e coletiva, buscando a interação entre os alunos sempre que possível promevendo o dialogo, a troca de experiências utilizando-se livros variados, revistas frutas, rótulos, nome do aluno, musicas instrumentos sonoros, álbum articulatórios, CDs de historinhas, fantoches,etc.
As atividades serão encaminhadas de forma que o educando tenha o papel de construtor de seu conhecimento, de forma individual, utilizando-se do lúdico para impulsionar a construção do saber de forma produtiva, utilizaremos de jogos de animais números dos animais, tamanho, peso, cor o comprimentos a altura.

AVALIAÇÃO:
A avaliação dos resultados se deu de forma contínua, formativa e processual, mediante observação dos avanços do aluno na realização de cada atividade diária, cada progresso. Na observação do comportamento do educando: hábitos de trabalhos, relacionamento com os amigos e professores, cumprimento das tarefas escolares, atitudes positivas ou negativas com relação aos trabalhos escolares, capacidade de cooperação, aproveitamento de tempo.

REFERÊNCIAS:
Projeto Político Pedagógico Escola Viva-Vida, Educação Básica, na modalidade especial;
Proposta Pedagógica Escola Viva-Vida, Educação Básica, na modalidade especial;
Plano de Trabalho Docente Educação Infantil, 2012; Escola Viva-Vida, Educação Básica, na modalidade especial;
PCN, Parâmetro Curricular Nacional: Temas transversais e Meio ambientes.